A síndrome metabólica é um conjunto de fatores de risco metabólico que aumentam as chances de desenvolver doenças cardíacas, derrames e diabetes. Ela tem como base a resistência a ação da insulina, que age menos nos tecidos e obriga o pâncreas a produzir mais insulina, elevando o seu nível no sangue.

Quais os fatores de risco?

Gordura abdominal em excesso (mais de 102cm de cintura em homens e mais de 88cm nas mulheres);

Baixo HDL (o colesterol bom), menor que 40mg/dl nos homens e menor que 50mg/dl nas mulheres;

Triglicerídeos elevado (150mg/dl ou superior);

Pressão sanguínea alta (135/85 mmHg ou superior) ou estar utilizando algum medicamento para reduzir a pressão;

Glicemia de jejumelevada (maior que 100mg/dl) ou diabetes em tratamento.

O desenvolvimento da síndrome aumenta com o envelhecimento e com o estilo de vida sedentário.

Como é feito o diagnóstico?

Quando três ou mais fatores de risco estiverem presentes no paciente, a síndrome é diagnosticada.

Qual o tratamento?

Aumentar a atividade física e perder peso são as melhores formas de tratamento, entretanto, pode ser necessário utilizar medicamentos para tratar os fatores de risco.

Se você identificou alguns dos fatores, procure um endocrinologista.

O que um endocrinologista pode fazer por mim?

23 de outubro de 2019

O endocrinologista é o especialista que cuida de glândulas como a tireoide, a hipófise, a adrenal e o pâncreas,dentre outras. Essas glândulas liberam hormônios que atuam em diversas funções do nosso organismo. Quando ocorre algum...
Veja mais...

Dislipidemia: o que é e o que preciso saber?

18 de outubro de 2019

Talvez você não conheça esse termo, mas já deve ter ouvido falar em excesso de gorduras no sangue, certo? A dislipidemia é caracterizada pela presença elevada de lipídios no sangue, incluindo o colesterol e o triglicérides, que são ...
Veja mais...

Por que praticar atividade física?

21 de dezembro de 2019

Aliadas a uma dieta saudável, as atividades físicas causam uma sensação de bem-estar e evitam o sedentarismo - uma das principais causas de doenças cardiovasculares, diabetes, obesidade e outras doenças crônicas não transmissíveis. ...
Veja mais...

A importância da vitamina D

10 de fevereiro de 2020

A vitamina D é a responsável por regular o fornecimento de cálcio e fósforo ao organismo. Ela atua nos ossos, no intestino e nos rins, mas mantém uma função essencial no equilíbrio de vários outros órgãos e células do corpo. É...
Veja mais...

Como manter a hidratação adequada no Verão

14 de fevereiro de 2020

As altas temperaturas e a maior exposição ao sol contribuem para que o organismo perca mais água para controlar a temperatura do corpo. Então, como manter a hidratação em dia? O conselho geral é o mesmo do resto do ano: consumir 2...
Veja mais...