Nódulos de tireoide são bastante comuns. A tireoide é uma glândula com o formato de uma borboleta, localizada na frente do pescoço e que tem uma alta taxa de aparecimento de nódulos, principalmente em mulheres. Pode aparecer em até 4% da população geral, podendo chegar a 20% se avaliados com ultrassom (US) de rotina. Sempre que surge um nódulo no corpo, a pergunta imediata é: ISSO É CÂNCER? No caso da tireoide, apenas 4 a 6,5% de todos os nódulos são câncer. E é nessa investigação que o endocrinologista tem utilidade. As crianças, adultos menores de 30 anos, pacientes com história de irradiação de cabeça e/ou pescoço no passado e com história familiar de câncer de tireoide tem mais risco de ter câncer. A investigação de nódulos na tireoide sempre segue uma sequência lógica que se inicia com:

1- a percepção do nódulo pelo paciente ou pelo médico, ou ainda por outros exames pedidos por outro motivo: tomografia de pescoço, ultrassom de carótidas, etc...

2- a confirmação da presença e característica do nódulo no US, bem como sua classificação de risco.

3- dependendo das características do nódulo, ele pode ser considerado suspeito de câncer e necessitar de Punção Aspirativa com Agulha Fina (PAAF).

4- a PAAF é útil para nos responder a seguinte questão: preciso operar a tireoide?? A PAAF não dá 100% de certeza de ser câncer, sendo que essa certeza só existe após o resultado anatomopatológico (estudo da tireoide retirada na cirurgia).

Nos casos de câncer de tireoide, a cirurgia é curativa em grande parte dos casos. Nos demais, tratamentos com iodo, medicações, etc, são complementares.

Lembre-se: mais de 95% dos nódulos da tireoide são benignos, ou seja, não são câncer e não precisam ser retirados na maioria das vezes.

IMPORTANTE: NÃO É CORRETO FAZER US DE TIREOIDE DE ROTINA para investigar nódulos sem indicação.

Em caso de dúvidas, procure seu endocrinologista para maiores esclarecimentos.

Tireoide na gestação

16 de dezembro de 2019

Durante a gravidez, além das mudanças no organismo, o funcionamento da tireoide também muda. Os hormônios oscilam, sendo importantes para o desenvolvimento saudável do feto. Entretanto, o mau funcionamento da glândula tireoide pode trazer...
Veja mais...