O colesterol alto pode começar ainda na infância, quando a criança tem uma alimentação rica em gorduras, excesso de peso e sedentarismo. A boa notícia é que, com alguns hábitos, é possível prevenir essa gordura ruim de se instalar nas paredes da artérias:

Evitar biscoitos recheados, bolo, chocolate, sorvete, hambúrguer, batata frita, refrigerante, frituras e alimentos ultra processados em geral;

Consumir verduras, legumes, frutas, peixe, frango, leite e queijo branco;

Fazer brincadeiras ao ar livre, correr, nadar e praticar esportes;

Diminuir o tempo na frente da TV, videogame, celular e tablets.

O exemplo dos pais é muito importante para que a criança persista com os hábitos saudáveis e os leve para a vida adulta.

Algumas crianças podem desenvolver o colesterol alto por causa da genética. Essa condição se chama hipercolesterolemia familiar (HF) e, nesse caso, apenas uma dieta saudável não é suficiente. Identificar qual a causa do colesterol alto é de extrema importância para que a solução adequada seja estabelecida. Pode-se suspeitar de HF quando existirem mais pessoas na família com o colesterol muito alto ou com história de infarto do coração ou morte súbita - antes dos 55 anos em homens e antes dos 60 em mulheres. Se o colesterol na criança for maior que 130mg/dl, procure o endocrinologista! Ele fará o diagnóstico e irá propor o tratamento correto para cada caso.

Causas da obesidade

30 de maro de 2020

É comum ouvirmos que a obesidade foi causada por isso ou por aquilo, mas a verdade é que ela sempre tem várias causas. Vamos conhecê-las? Genes Eles podem fazer o corpo gastar mais ou menos energia. Hábitos ...
Veja mais...